Suspeito de participar de assassinato de PMs é morto em Bacabal

imagem

Um dos suspeitos de ter participado do assassinato dos policiais militares David do Vale e Jhonny Chapuy foi morto na tarde desta terça-feira (25), durante confronto com a Polícia Militar de Bacabal. Segundo o delegado regional Carlos Alessandro Rodrigues Assis, o suspeito identificado como João Vitor foi localizado e teria tentado fugir, mas acabou atingido.

“Recebemos notícias de que o suspeito estava aqui em Bacabal e montamos um plano estratégico para conseguir identificar o endereço desse indivíduo. Ele estava em uma moto com um comparsa e quando ele percebeu a abordagem tentou fugir. Um deles foi interceptado, abriu fogo contra a polícia, acabou alvejado e não resistiu às lesões”, explicou o delegado.

O outro suspeito conseguiu fugir. “A gente ainda não conseguiu encontrar o outro comparsa. Estamos realizando buscas na cidade e nos municípios circunvizinhos para encontrá-lo”, acrescentou o delegado regional. 

Os PMs David do Vale e Jhonny Chapuy foram assassinados no sábado (22), por três homens, quando estavam em uma residência localizada na estrada do Porto de Mocajituba, em Paço do Lumiar

Segundo informações da polícia, os soldados da Polícia Militar identificados como David do Vale e David Chapuy não estavam a serviço no momento do crime e participavam de uma confraternização, quando três criminosos chegaram em um veículo preto. 

Um dos bandidos desceu do veículo e pediu água à uma das pessoas que estavam na casa. Logo, ele anunciou o assalto. Do Vale reagiu e matou o bandido. Os outros dois assaltantes que estavam no carro iniciaram uma troca de tiros que matou o policial David Chapuy. 

Bom Jardim: Índios cortam cabo de operadora de telefonia e deixa a região incomunicável durante todo o dia

Sem título

Índios Guajajaras cortaram um cabo de fibra ótica da operadora de telefonia Oi que passa por dentro da reserva indígena, no município de bom jardim, causando a falta de comunicação tanto de internet, quanto das operadoras TIM e Oi durante todo o dia desta terça-feira, 25, em toda a região.  Eles, também, se apoderaram de dois carros da empresa para fazer uma série de reivindicações. 

O cabo de fibra ótica passa por dentro das aldeias, por isso, os índios resolveram cobrar das empresas melhorias para as comunidades. O documento elaborado pelos índios foi entregue aos representantes da empresa de telefonia em julho do ano passado, durante uma reunião na aldeia. 

Sem título2A demora em ter as exigências atendidas revoltou as comunidades indígenas que resolveram protestar. Os manifestantes cavaram até encontrar o cabo. Entre as exigências deles estão um orelhão com cabine padronizada e que faça ligações 0800, salas de computação equipadas com internet de graça, ampliação e reforma do posto de saúde da aldeia areão e, ainda, a construção de um posto de saúde para as aldeias tabocal e novo planeta. 

A Oi informou que a empresa já está tratando do caso com os órgãos responsáveis e que não tem um levantamento de quantas pessoas e municípios estão sendo prejudicados pelo corte do cabo de fibra ótica, em Bom Jardim. Uma equipe da empresa já está avaliando os prejuízos da ação dos índios.

Do G1 MA

É de lascar! A carne que será servida aos pacientes do hospital público de Bom Jardim

10422133_371511609682227_6262430555051093477_n 10502485_371511619682226_5735473690972679103_n

As fotos acima é um flagrante registrado no Hospital Adroaldo Alves Matos no município de Bom Jardim, no último sábado. O flagrante mostra como é feito o armazenamento da carne fornecida pela Prefeitura aos pacientes do hospital.

O problema foi denunciado pela vereadora Sandra do Salomão em sua rede social (facebook), na tarde desta segunda-feira, 24.

Na postagem a vereadora mostrou toda a sua indignação e repúdio à administração da prefeita Lidiane Rocha e destacou as imagens como desumano. Nas fotos é claro perceber que a prefeitura reutilizou um saco de sal mineral para armazenar a carne, além disso, já no hospital ficou exposta próximo ao um banheiro desativado do hospital. 

Pé na bunda! Roseana desmonta cabide na Saúde e exonera 169 “servidores” no interior

Roseana Sarney continuroseana-e-edinho-e1416831590110-251x300a com o desmonte da sua máquina política e de apadrinhamento mantida pelo governo do Estado.

Depois das exonerações na Casa Civil, onde predominaram sobrenomes famosos no colunismo social, agora chegou a vez da Saúde, onde o destaque são os afilhados políticos.

Nesta a situação é mais grave por tratar-se de uma secretaria  envolvida diretamente com a vida.

A transfusão de dinheiro público da Saúde para o bolso de quem não faz nada vai muito mais além da imoralidade revelada na Casa Civil.

No último Diário Oficial disponível na internet do dia 5 de novembro foram publicadas 169 exonerações das regionais de saúde de Barreirinhas, Tutóia, Cururupu, Governador Nunes Freira, Estreito, Colinas, Santo Antônio dos Lopes, Lago da Pedra, Rosário, Itapecuru-Mirim, Chapadinha, Codó, Pinheiro, Viana, Timon, Santa Inês, Zé Doca, Açailândia, Imperatriz,  Balsas, São João dos Patos, Presidente Dutra, Pedreiras, Barra do Corda, Bacabal e Caxias.

A grande maioria dos exonerados ocupavam cargos de Assessor Técnico. Só na regional de Zé Doca, onde também inclui Governador Nunes Freire foram 9 servidores exonerados.

Mas há regionais que perderam gestores de unidade de saúde e até mesmo todo o seu  o núcleo de vigilância epidemiológica e controle de doenças.

Das duas, uma: Ou ninguém trabalha mesmo e não farão a menor falta; ou Roseana resolveu deixar a população do interior do Estado entregue à própria sorte.

Mas também quem mandou querer se livrar da peste…

Veja abaixo a lista dos exonerados da regional de Zé Doca, inluindo Governador Nunes Freire;

ZÉ DOCA

ANTONIO JOSÉ SILVA CONCEIÇÃO – Assessor Técnico, da Região de Zé Doca – DAS-3

ELIAS ARAÚJO – Assessor Técnico, da Região de Zé Doca – DAS-3

GOVERNADOR NUNES FREIRE

LIDIANA DE MELO ARAÚJO – Gestor de Unidade de Saúde da Região de Governador Nunes Freire – DGA

CONSOLAÇÃO MARIA GOMES FEITOSA ROLIM - Coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, da região de Governador Nunes Freire -DAS-1

KENNISTON LOPES SILVA – Chefe do Setor de Controle Vetorial e Vigilância Epidemiológica da região de Nunes Freire – DAS-1

CIRLENE ALVES DE SOUSA – Chefe do Setor de Educação em Saúde da Região de Governador Nunes Freire – DAS-1

OSVANDO DA SILVA MARTINS – Chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica e Sistema de Informação, da Região de Governador Nunes Freire – DAS-1

ADRIANA KAREN FALCÃO COSTA – Diretor de Saúde, da Região de Governador Nunes Freire – DAS-2

KLEIDSON PEREIRA EVANGELISTA – Assessor Técnico, da Região de Governador Nunes Freire – DAS-3

Informações do Blog Marcelo Vieira

Salve-se quem puder! Novembro sangrento com mais de 120 homicídios; 23 somente no fim de semana em São Luis

IMG-20141122-WA0007-2

São Luís se transformou mesmo numa das capitais mais violentas do mundo. Neste fim de semana os registros de mortes aumentaram e 23 homicídios foram registrados na Região Metropolitana, a maioria deles por armas de fogo.

Faltando apenas seis dias para terminar, o mês de novembro já e o mais violento do ano, perdendo apenas para agosto e janeiro.

De acordo com informações não atualizadas do site da Secretaria de Estado de Segurança Pública, havia 101 registros de homicídios. Porém, números extra-oficiais, contabilizados com os registros de mortes das últimas horas, apontam para mais de 120 mortes somente durante este mês. Sem contar nos feridos que dão entrada em hospitais com ferimentos graves.

pms-310x278

Os Policiais Militares identificados como David Chapuy e Do Vale foram assassinados em tentativa de assalto

Neste domingo (23) num tiroteio ocorrido no Jardim Tropical, 10 pessoas foram baleadas e deram entrada no hospital municipal Dr. Clementino Moura, o Socorrão II. Não se tem informações de óbito desse registro.

No sábado (22) dois policiais militares do Batalhão de Choque foram assassinados durante uma tentativa de assalto no Paço do Lumiar, mas precisamente em Itapera, na Maioba. Os policiais foram identificados como Soldado David Chapuí e Do Vale. Este último era sobrinho do Cel. Ivaldo Barbosa, comandante do CPE. Só em 2014, 13 policiais militares já foram mortos no Estado.

Se até outubro deste ano, 868 pessoas já tinham sido mortas, com esse total registrado em novembro, que ainda não findou, a marca de mil homicídios está prestes a ser alcançada.

O clima de insegurança deixa moradores da capital assustados.

Blog do Luis Cardoso

Palavras de um governador

20141123132254585555i

Em entrevista exclusiva para o jornal O Imparcial, Flávio Dino, governador eleito do Maranhão deu a entender como será a sua gestão nos próximos quatro anos. Com mais de 60% dos votos, o candidato do PCdoB derrotou já no primeiro turno o senador Lobão Filho (PMDB), escolhido pelo grupo Sarney (com o apoio do PT) para tentar prolongar a hegemonia do clã que domina o estado desde 1965. O governador falou de tudo um pouco. Criticou o atual governo, que, segundo ele, não colabora com a equipe de transição, elogiou os secretários que escolheu, além da importância da transparência que será uma das bandeiras do seu governo. Flávio Dino ainda não tomou posse, mas já iniciou uma frenética rotina de trabalho. Planeja o próximo governo orientando e escolhendo bem seus secretários, estudando informações repassadas pelo atual governo e tomando decisões importantes para o futuro do estado. Confira abaixo algumas frases importantes ditas pelo novo governador do Maranhão durante a entrevista.

“Nós já preenchemos 90% dos cargos de primeiro escalão e a presidência dos órgãos. Faltam duas ou três secretarias apenas. Todos já estão trabalhando e eu tenho feito uma sequência de reuniões individualizadas, ouvindo as primeiras impressões deles sobre as secretarias e já modulando um pouco as prioridades.”

“Acho uma grande colaboração que o grupo Sarney presta ao Maranhão é fazer a oposição. Eles ficarão na oposição, acho que isso é bom pra eles e é bom para o estado, pois queremos ter uma oposição que nos cobre, fiscalize, isso eleva a cultura democrática do Maranhão.”

“A legitimação não pode emergir apenas das urnas, tem que ser algo que se renova cotidianamente pelo exercício democrático do poder. Agora, nós temos a governabilidade institucional, no âmbito parlamentar. Não apenas no âmbito parlamentar, mas, sobretudo nele. Nós temos uma ótima bancada na Assembléia que já demonstrou as suas virtudes, inclusive na oposição, porque é, de grande medida,”

“Nós temos muitos problemas crônicos, que vêm se acumulando por anos, décadas, e que compõem um conjunto no cenário de muitas dificuldades. Autenticamente nós teremos uma herança maldita, representada por contratos inexplicáveis, aluguéis sem sentido, contratos superfaturados, obras abandonadas, obras mal planejadas, dívidas com precatórios.”

“A transparência funda uma nova cultura política. É o que garante que esse ciclo político coronelista no Maranhão ficou para trás. O nosso estado praticamente, desde sempre, apenas trocou de coronel, trocou de oligarquia, trocou o personagem que ainda hegemoniza a cena política, mas não mudou os métodos.”

Do Imparcial

Morre Seu Lunga, sucateiro que se tornou um personagem da cultura nordestina

Seu-Lunga

O comerciante Joaquim dos Santos Rodrigues, o “Seu Lunga” foi enterrado no fim da tarde deste domingo (23) no Cemitério do Socorro, em Juazeiro do Norte. Seu “Lunga” morreu neste sábado (22) aos 87 anos, no Hospital São Vicente de Paulo, na cidade de Barbalha, em decorrência de um câncer de esôfago. O sepultamento teve a presença dos familiares de centenas de pessoas, conhecedoras da história de Joaquim dos Santos, que ficou conhecido pelas respostas ao pé da letra.

No prédio onde ”Seu Lunga” mantinha uma sucata as portas estavam fechadas e com um sinal de luto. A morte de Joaquim dos Santos atraiu admiradores da cidade de Parnaíba-PI, que foram até a casa onde ele morava e viram no portão a notícia triste. O aposentado Antônio Bezerra ficou supreso com o falecimento do cearense. ” A morte de seu lunga deixou muita gente surpresa”, concluiu. Seu “Lunga” costumava acompanhar e até discusar em velórios e enterros de amigos e parentes. Pétalas de rosas foram  jogadas durante o cortejo do morador ilustre de Juazeiro do Norte.

Biografia

Poeta, repentista e comerciante, “Seu Lunga” nasceu em 18 de agosto de 1927, no Sítio Gravatá, na zona rural do município de Caririaçu, na Região do Cariri. Viveu a infância com os pais e sete irmãos no município de Assaré, e com 16 anos foi morar em Juazeiro do Norte. Recebeu de uma vizinha o apelido de ”Calunga” que, com o tempo foi reduzido para “Lunga”. Era pai de 13 filhos, dos quais, dois morreram.

E não teve jeito! Vereador Pavão bate o pé e obra do Centro de Saúde é iniciada contra a vontade dos moradores do Josias

DSC06310

Guardas Municipal de plantão para vigiar o andamento da obra

E não teve mesmo jeito! A vontade da comunidade do Josias não teve valor para o vereador Juraci Pavão, que bateu o pé e pressionou para que a obra do Centro de Saúde fosse construída no terreno em frente à escola mesmo contra o desejo dos moradores.  A única vontade que prevaleceu foi a do parlamentar, que, aliás, reside também na comunidade do Josias.

DSC06305

Moradores são contra a construção do Centro de Saúde no terreno em frente a escola

Mesmo diante dos inúmeros argumentos colocados pelos moradores do Josias, a obra foi iniciada no terreno onde era utilizado pelos alunos para atividades esportivas e físicas.

Entretanto, o fato que chamou mais atenção foi o grande aparato de segurança colocado a disposição para o inicio da obra, onde contou com a presença da Polícia Militar, Guarda Municipal e até mesmo seguranças particulares, tudo isso apenas para vigiarem o andamento da obra.

Só para você reelembrar, os moradores doaram outro terreno distante 200 metros do local, para que fosse construído o Centro de Saúde, porém, o vereador Pavão não aceitou, ameaçando até mesmo a própria comunidade de retirar a construção do povoado.

Vale ressaltar, que a comunidade não é contra o Centro de Saúde, mas sim, contra o local onde vai ser construído, pois para os moradores o terreno é o único local que os alunos da comunidade utilizam para a prática esportiva e física. (REVEJA AQUI)

Para os moradores, o vereador Pavão pressionou o prefeito Dr. Alberto de todas as formas para que a obra do Centro de Saúde fosse realizada no terreno em frente à escola. Segundo informações, até ameaça de rompimento rolou, caso mudasse de local.

Tudo indica que a briga do vereador Pavão com a comunidade do Josias teve haver com picuinhas política. Pois de acordo com as informações, o vereador não aceitou a mudança de local do Centro de Saúde, por causa do desafeto político professor José Costa, que doou para a comunidade o outro terreno para construir a obra.

Tá explicado então né! Agora, imagine se esse vereador chega a ser prefeito… Aí nós estamos lascado de vez!

Campanha de vacinação contra pólio e sarampo começa neste sábado em Zé Doca

vacina-polio-segunda-etapa

Com a meta de imunizar mais de 5 mil crianças, a cidade de Zé Doca, inicia a campanha de vacinação contra a poliomielite e o sarampo, neste sábado (22). O dia ‘D’ será realizado em todas as unidades de saúde a partir das 8h até às 17h. 

Neste ano, a prefeitura busca imunizar crianças entre 6 meses e 5 anos. Bebês menores de 6 meses não receberão mais a vacina oral, de acordo com uma medida tomada pelo Ministério da Saúde em 2012. 

A meta estabelecida pelo município é imunizar, pelo menos, 80% das crianças. Os pais devem levar a caderneta de vacinação dos filhos para que o profissional de saúde possa avaliar a situação e, se for o caso, atualizar o calendário da criança. 

A vacina estará disponível em todas as unidades de saúde neste sábado (8), entre as 8h e 17h. 

MP/MA denuncia prefeita de Bom Jardim por improbidade administrativa

20141120201638147500i

Prefeita de Bom Jardim, Lidiane Rocha

A Promotoria de Justiça de Bom Jardim ingressou, na última quarta-feira (19), com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra a prefeita Lidiane Leite da Silva. A ação foi motivada pela redução injustificada dos vencimentos dos professores da rede municipal no mês de outubro.

No último dia 13, a promotora Karina Freitas Chaves recebeu um ofício do Sindicato dos Profissionais do Magistério do Ensino Público Municipal de Bom Jardim, informando que a administração municipal havia suprimido valores dos vencimentos dos professores. O corte de salários não teve qualquer justificativa.

Ao tomar conhecimento da situação, a Promotoria passou a ouvir professores que confirmam e comprovam a diminuição dos vencimentos. Os valores suprimidos variam entre R$ 535,37 e R$ 590. Paralelamente, os professores têm tentado, diariamente, uma reunião com a prefeita Lidiane Leite da Silva para tratar da situação. A gestora, no entanto, não comparece à Prefeitura de Bom Jardim.

Na ação, a promotora Karina Freitas Chaves afirma que a Lei Municipal n° 567/2012 estabelece os salários dos professores da rede de ensino municipal. A redução dos vencimentos ferem essa legislação, além de ir de encontro aos princípios constitucionais da legalidade e da moralidade na administração pública, configurando ato de improbidade administrativa.

Se condenada, a prefeita Lidiane Leite da Silva estará sujeita ao ressarcimento integral do dano causado, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por cinco anos, pagamento de multa de até 100 vezes o valor da remuneração recebida no cargo de prefeita, além da proibição de receber qualquer tipo de benefício ou incentivo do Poder Público, mesmo que por meio de empresa da qual seja sócia majoritária, pelo prazo de três anos.

Iniciada construção da UPA em Zé Doca

DSC_0106

Obras de construção da Unidade de Pronto Atendimento de Zé Doca

Foi iniciada, no município de Zé Doca, a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que funcionará 24h por dia. A unidade está sendo construída as margens da BR-316, no residencial Novo Horizonte. A UPA terá um serviço de emergência de 24h durante os sete dias da semana. Ela vai funcionar intermediando as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e o hospital.

O prefeito de Zé Doca, Dr. Alberto, comenta sobre a importância da obra para Zé Doca. “A UPA em Zé Doca será um ótimo suporte para o município, vai ajudar a desafogar o Hospital Sesp, dando suporte a população zedoquense”.

A unidade vai contar com uma extensa sala de urgência, consultórios, alas de observação masculina e feminina, sala de curativo, sala para gesso, serviço social, dentre outros espaços que garantirão organização e equilíbrio para o bom desempenho dos servidores e maior qualidade nos atendimentos públicos. 

 “A UPA 24h foi uma conquista nossa junto ao Governo Federal que agora começa a se concretizar. Essa unidade vai ajudar a melhorar o atendimento de saúde à nossa gente, oferecendo serviços durante toda a semana,” destacou o prefeito Dr. Alberto.

Como funciona a UPA 

full_upa

Modelo da UPA

A Unidade de Pronto Atendimento- UPA atua 24h por dia e sete dias da semana, com capacidade de resolver um maior número de atendimentos emergenciais, como fraturas, cortes, infarto e derrame. 

A intenção é que, assim que concluída e inaugurada, a UPA contribuirá na redução do fluxo de pacientes no Hospital Municipal Sesp, de forma que sirva apenas para atendimentos de alta complexidade, como cirurgias.

MPF/MA aconselha ao Incra ação efetiva nos Projetos de Assentamentos em Zé Doca

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) propôs ação civil pública, com pedido de liminar, contra o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) pela omissão em adotar medidas à garantia da regularidade ocupacional dos Projetos de Assentamento (PAs): Pimenta Baiana e São Francisco localizado no município de Zé Doca.

Foram verificadas várias irregularidades, como a comercialização ilícita de lotes de assentamentos por beneficiários da reforma agrária, problemas devido à falta de fiscalização nos assentamentos por parte do Incra, bem como a falta de investimento na infraestrutura do PAs, incentivando o abandono dos lotes. Para o MPF, a falta de controle demonstrada pelo Instituto gera graves prejuízos ao Erário Federal, pois libera indevidamente recursos a quem não tem direito.

Segundo o MPF/MA, o Incra nada fez para solucionar os problemas apresentados, que já duram anos, e, visto que não constitui um fato isolado, a Procuradoria busca providências para afastar o descaso do Instituto quanto a regularização da cenário agrário no Maranhão. Mesmo após promessas, o Incra não tomou nenhuma atitude efetiva, além de não responder com satisfação, ou mesmo, ignorando as requisições do MPF/MA.

Assim, o MPF/MA, pede que o Incra faça levantamento completo da situação ocupacional nos Projetos de Assentamento Pimenta Baiana e São Francisco, em Zé Doca, e ainda Buriti Rio Bonito, no município de Bom Jesus da Selva, realizando com urgência a retomada dos lotes vendidos ilicitamente, bem como a sua ocupação por beneficiários do programa de reforma agrária.

O MPF/MA busca também a supervisão rotineira da ocupação dos PA’s no Maranhão, a demarcação dos lotes para evitar conflitos entre os assentados e possíveis invasões de terra; a realização de titulação de lotes concedidos, expedindo assim, contratos de concessão de uso; a obrigação, por parte do Incra na construção/ aperfeiçoamento de estradas vicinais que permitam o acesso aos PA’s; o fornecimento de energia, água e demais medidas sociais que efetivem a infraestrutura básica nos Assentamento e, ainda, a fixação de multa diária, no caso de atraso ou desobediência em virtude de sentença.