ReuniaoUma reunião realizada no último dia 5 discutiu problemas enfrentados pelas crianças e adolescentes no município de Carutapera. Além do Ministério Público do Maranhão, que foi representado pelo promotor de justiça Luciano Ramos Canavarro Costa, o encontro também contou com integrantes do Conselho Tutelar, Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Secretaria Municipal de Educação e gestores de escolas do município.

Foram trazidos à discussão três dos principais problemas enfrentados nas escolas de Carutapera: porte de armas, drogas e casos de automutilação de adolescentes.

Sobre a presença de armas e drogas nas unidades de ensino, os gestores foram orientados a encaminhar as denúncias ao Conselho Tutelar e à Delegacia de Polícia, para que sejam tomadas as medidas necessárias. Além disso, reforçou-se a importância dos vigias e guardas municipais lotados nas escolas, que são importantes agentes na identificação desses casos.

A Secretaria Municipal de Educação também deverá elaborar um código de conduta disciplinar para os alunos, uniformizando os entendimentos e medidas a serem tomadas.

Já os casos de automutilação, que têm afetado principalmente garotas na faixa dos 14 anos, deverão ser encaminhados ao Cras, Creas e Conselho Tutelar, para que seja feito o acompanhamento profissional das alunas. Além dos adolescentes, os órgãos também deverão estabelecer contato com as famílias. Outra deliberação foi pela realização de um ciclo de palestras nas escolas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*