erivelton-770x410No fim da tarde desta quarta-feira (27), foi negado o Habeas Corpus de Erivelton Cabral, juiz aposentado que atirou no irmão Elton Cabral, no domingo (17). O caso aconteceu no Yate Club de Imperatriz e o momento dos disparos foi registrados por câmeras instaladas no local. Como é possível acompanhar nas imagens, o acusado segue atirando na direção do irmão, enquanto a companheira de Elton, Késia do Carmo, fica entre os dois e acaba sendo atingida na perna. Ele foi preso no dia seguinte, quando se apresentou, junto a seus advogados, ao 3º Batalhão da Polícia Militar (PM).

Após maiores investigações, a polícia teve acesso a imagens que apontam o crime como um ato premeditado de Erivelton em parceria com um outro envolvido, um taxista, que foi indiciado por participação na tentativa de homicídio. O inquérito do caso já foi remetido à Justiça e a previsão é que seja concluído em 10 dias. Atualmente, a 3ª promotoria de Justiça Criminal está acompanhando a perícia dos aparelhos eletrônicos que gravaram as imagens do trajeto feito pelo juiz aposentado no dia 17 deste mês.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*