arlindo-maracanã-2-770x410Arlindo Maracanã, técnico da seleção de base do Sampaio, convulsionou em campo após ser atingido por spray de pimenta lançado por policial militar que fazia a segurança do árbitro da final do Campeonato Maranhense Sub 19. Arlindo, que é também jogador titular do Sampaio Corrêa, foi socorrido por um membro da comissão técnica do time. Não havia ambulância durante a partida, algo que é garantido por lei e deveria ser fornecido pela Federação Maranhense de Futebol (FMF).

A confusão se deu após o final da partida, que resultou em um empate que garantiu a vitória do Moto Club. Os jogadores do Sampaio se aproximaram do árbitro protestando verbalmente e quando Arlindo se aproximou do grupo, um dos policiais militares que fazia a segurança do árbitro disparou o spray de pimenta. A substância fez Arlindo Maracanã convulsionar (veja no vídeo).

A Polícia Militar foi procurada para esclarecimentos, mas até o fechamento desta reportagem, às 20h, não respondeu à equipe.

Para ganhar o Campeonato Maranhense Sub 19, o Sampaio precisaria da vitória. Durante a maior parte do jogo, o Sampaio marcou 1 x 0 em cima do Moto. O empate que deu a vitória para o adversário veio durante a prorrogação.


Captura de Tela 2017-06-22 às 08.05.32Uma mulher de 36 anos morreu após ser golpeada com facão pelo ex-marido nesta quarta-feira (21), no bairro Coroadinho, em São Luís. A vítima, identificada como Andreia Miranda Teixeira, ainda chegou a ser socorrida, mas não resistiu ao ferimento.

Ivar de Matos foi preso em flagrante na Avenida dos Africanos. Ele estava em uma bicicleta e ainda em posse da arma usada no crime e coberto com o sangue da vítima. Segundo a polícia, o homem teria cometido o crime por não aceitar o fim do relacionamento.

A vítima teria ido até a casa dele para pegar objetos pessoais e durante uma discussão, o homem teria atingido a mulher com golpes de facão. Eles tinham duas filhas, uma de 10 e 11 anos.

Esse foi o terceiro caso de assassinato de mulheres maranhenses em dez dias. No dia 11 de junho, o tenente-coronel da PM Miguel Gomes Neto matou a esposa Clodiany Garcia e depois se matou em Barreirinhas.


WhatsApp Image 2017-06-21 at 01.29.40A Prefeitura de Governador Newton Belo divulgou a programação do Arraiá 2017. O evento inicia dia 23, sexta feira e vai até o dia 01 de Julho, com festa em praça pública. A Prefeitura esta preparando uma grande estrutura de som, palco e artistas nacionais e locais para animar os 9 dias de arrasta-pé.

Durante o periodo haverá apresentação de quadrilhas, muita gente bonita, vendas de bebidas e comidas fomentando o comercio local e o tradicional forró. E para a animação dos Newtobelenses o “Arrraiá Um Novo Tempo” contará com as bandas Sacode, Forró Minamora, Farra do Rubinho, Sintonia do Forró, Paulo Babilônia e Tô Solteiro. 

Este ano Prefeitura Municipal, através da secretaria de cultura fará os festejos juninos com a melhor estrutura. Os grupos culturais, atrações locais e o povo terão prestígio com a realização desta festividade.


branquinho-770x410Na tarde desta terça-feira (20), foi preso Damião Serra Mendes, conhecido como “Branquinho”, em cumprimento ao mandado de prisão preventiva representado pelo Departamento de Combate ao Crime Organizado, que já vinha investigando a sua participação em uma organização criminosa que atua na capital.

Ele foi preso pela Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), no bairro Codozinho.

Damião é apontado com uma das principais lideranças da sua facção, atuando na distribuição de drogas em bairros como Coroadinho, Liberdade, Macaúba, Sacavém e Maiobão, sendo responsável ainda por planejar e determinar vários roubos e homicídios na região metropolitana de São Luís.

O acusado foi encaminhado ao centro de triagem da unidade penitenciária em Pedrinhas, onde ficará a disposição do poder judiciário.


Bras-1-770x410Dois homens vinham aplicando golpes em pessoas que anunciavam a venda de veículos nas redes sociais. Os criminosos eram Cleiton Alves da Silva – procurado pela justiça do estado de Goiás – e Bras Pereira Barros – estelionatário do estado do Tocantins –  foram presos nesta terça-feira (20) por intermédio da Delegacia Regional de Presidente Dutra/MA.

Eles fizeram vítimas nas cidades de Imperatriz, Vitória do Mearim e São Luís.bras-2-768x768


drogassMais de quatro toneladas de drogas foram incineradas na manhã desta terça-feira (20), pela Superintendência Estadual de Repreensão ao Narcotráfico (Senarc) da Polícia Civil. Os entorpecentes foram aprendidos durante operações policiais realizadas no Maranhão, em 2016 e 2017. A incineração ocorreu em um parque industrial na Região Metropolitana de São Luís.

Os entorpecentes estavam armazenados em um depósito do Senarc e tinham relação com Inquéritos Policiais encaminhados à Justiça. Foram incinerados vários tipos de drogas como cocaína, pasta base de cocaína, crack, loló, maconha e ecstasy.

A incineração foi realizada com autorização judicial e acompanhamento da Vigilância Sanitária e contou com um forte esquema de segurança. Os entorpecentes incinerados causaram prejuízo de pouco mais de 10 milhões ao narcotráfico, segundo esclareceu o delegado Carlos Alessandro, responsável pela Superintendência Estadual de Repreensão ao Narcotráfico (Senarc).


WhatsApp Image 2017-06-20 at 09.55.17Vai começar a temporada das festas juninas em Zé Doca na praça do Viva. Depois de um grande carnaval a Secretaria de Cultura preparou uma grandiosa programação que inicia nesta quinta – feira dia 22 e vai até o dia 02 de Julho. Aqui em Zé doca o arraial, já chama a atenção de todos com ornamentação jamais vista no município. As barracas todas padronizadas que terão comidas típicas, cada detalhe foi preparado com muito carinho pela a equipe da prefeitura e durante o período do “ Agora aqui, é São João”, ( tema deste ano ) receberá quadrilhas de toda a região, danças folclóricas e muito forró, com bandas de renome nacional e cumprido a política cultural de valorização dos talentos da “terra”, a grade de atrações também contempla artistas locais de grande destaque na região. 

WhatsApp Image 2017-06-20 at 09.41.47Desta forma, a prefeita Josinha Cunha e toda sua equipe de governo fará o São João de Zé Doca o maior e melhor arraial da Região, reconhecendo a festa junina como uma marca da cultura brasileira com o objetivo de garantir entretenimento de qualidade à população e fomentar o comércio da cidade, celebrando as tradições juninas.

Como já é marca deste governo, as festas vão dispor de excelente infraestrutura, som e luz compatíveis com os melhores eventos do estado, além de muita segurança, vendas de comidas, bebidas, banheiros e um atrativo que não se encontra em nenhum outro lugar do mundo: a hospitalidade e o calor humano do povo Zedoquense. WhatsApp Image 2017-06-20 at 09.42.01 WhatsApp Image 2017-06-20 at 09.41.50


WhatsApp-Image-2017-04-17-at-10.59.29-1-770x410Educadores, pais e lideranças indígenas devem bloquear a BR 316, no trecho entre Bom Jardim e Santa Inês na manhã desta terça-feira (20), o motivo principal é a reivindicação da regularização do ano letivo nas aldeias, o que inclui a contratação de mais professores, merendeiras, zeladores, fornecimento de merenda alem de protestar contra Projetos que tramitam no Congresso.

A informação foram de indígenas das comunidades Guajajaras. Os índios cobraram do Governo do Estado que é responsável pela educação indígena a renovação dos contratos Professores que ensinam nas aldeias que terminaram no ultimo dia 8 de Abril. As quatro escolas da terra indígena Pindaré atende 470 alunos da pre escola ao ensino médio e de 56 professores apenas 19 estavam trabalhando. Apesar de não ser obrigação do município, em contato com nossa reportagem, A Prefeitura de Bom Jardim informou que enviou à Câmara Municipal uma lei complementar que autorizou a contratação de 46 profissionais para ajudar na educação indígena, dentre eles, 9 professores, 26 ASG, 7 vigias e 4 agentes administrativos que já estão trabalhando nas Aldeias. A aprovação ou não da manifestação de amanhã (20) dos indígenas deve acontecer hoje após uma reunião com Lideres das aldeias Guajajaras.


vítima-de-assassinato-770x410Um militar do Exército, identificado como segundo tenente José Ricardo da Silva Neto, de 22 anos, é suspeito de matar a própria namorada dentro do carro, na companhia de duas amigas da vítima. A informação é de que o casal se envolveu em uma discussão por ciúmes em um bar, na avenida Nossa Senhora de Fátima, na zona Leste de Teresina. O crime ocorreu por volta de 1 hora da madrugada desta segunda-feira (19).

Os quatro estavam de saída do Bendito Boteco e, já no carro, ele fez os disparos. A namorada morreu no banco da frente do veículo. A irmã dela e uma amiga também foram atingidas e sobreviveram. Elas conseguiram fugir do carro.

Os tiros foram dados dentro do carro e atingiu uma das amigas na cabeça de raspão e a outra foi atingida no braço e no lado direito do tórax. Elas foram socorridas e encaminhadas ao Hospital de Urgências de Teresina (HUT).

O oficial temporário do 2º Batalhão de Engenharia e Construção (2º BEC) foi preso horas depois do crime no apartamento que reside, no bairro Santa Isabel, zona Leste de Teresina, ferido. Ele também efetuou um disparo na própria coxa e está no hospital Prontomed, onde passou por cirurgia e deve ficar internado por cinco dias.

O corpo da namorada estava dentro do veículo, no estacionamento do condomínio. A Polícia Militar foi até o local e conseguiu que ele se rendesse entregando a arma usada no homicídio.

O comandante do 2º Batalhão de Engenharia e Construção, coronel Alessandro da Silva, em nota, informou que o tenente é temporário e se apresentou o serviço no 2º BEC em agosto de 2014 oriundo do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de Recife e que em dezembro conseguiu autorização para possuir uma pistola .380, no entanto, lhe foi negado o porte de arma, solicitado por duas vezes.

“Nos solidarizamos com as vítimas e seus familiares, desde o ocorrido temos buscado contato para prestar todo o apoio que se fizer necessário. Informamos, ainda, que o 2º BEC está apurando o caso e que tomará as medidas administrativas e disciplinares pertinentes à ocorrência”, declara o coronel Alessandro.

“Levaram um pedaço de mim”

Bastante abalada, a mãe da jovem Iarla Lima Barbosa, de 25 anos, assassinada pelo namorado na madrugada desta segunda-feira(19), foi à Delegacia de Homicídios prestar depoimento. A estudante de Arquitetura foi morta dentro do carro do namorado, o tenente do 2º BEC, José Ricardo da Silva Neto, 22 anos, quando deixavam um pub, na avenida Nossa Senhora de Fátima. A irmã dela, Ailana Lima Barbosa e uma amiga Joseane Mesquita também ficaram feridas. O namorado teria confessado o crime à polícia.

A professora Dulcinéia Lima da Silva disse que “está sem chão” diante da morte da filha. “Levaram um pedaço de mim. Como é que eu vou viver agora?”, lamenta a mãe, que mora em Governador Eugênio Barros-MA, cidade natal da vítima (distante 203 km de Teresina).

Dulcinéia conta que a filha começou a namorar o tenente do exército recentemente, no dia 12 de junho, Dia dos Namorados.

Iarla contou à mãe que conheceu o rapaz na faculdade – onde ela fazia Arquitetura e ele, Direito – e que ele havia pedido ela em namoro. O tenente chegou a dar flores para Iarla para que ela aceitasse o pedido.

“Ela ficou logo encantada. Disse que ele era gentil, respeitador e que ia aceitar sair com ele”, conta a mãe.

Iarla morava com a Irma, Ailana Lima Barbosa, 22 anos, que também foi atingida por um disparo de raspão na cabeça, efetuado pelo tenente. Elas moravam em Timon-MA

A mãe relembra a última conversa que teve com a filha. Foi na noite de ontem, às 23h, através do aplicativo do Whatsapp, mandou uma foto de uma brincadeira e a  filha sorriu. A conversa encerrou com um “eu te amo, meu amor”,  dito por Iarla à Dulcinéia.

A professora informou que Ailana ainda está hospitalizada e teve que ser sedada. Ela disse que o velório e enterro de Iarla será na cidade natal delas Governador Eugênio Barros-MA.


motoristaUm homem que foi baleado durante um confronto com a polícia roubou a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que estava lhe prestando socorro na noite deste domingo (18) em São Luís. Segundo informações dos funcionários da ambulância o veículo não tinha escolta policial.

O assaltante, que estava com fraturas expostas na perna por conta dos tiros, foi preso pela Polícia Militar e estaria sendo levado do Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I) para o setor de ortopedia do Hospital Clementino Moura (Socorrão II) quando o fato aconteceu. O suspeito foi baleado ontem em uma ação, no bairro Outeiro da Cruz em São Luís.

O motorista da ambulância, Vitório Araújo conta que a ação do suspeito aconteceu em questão de segundos. “(…) O maqueiro foi atrás de uma maca e eu fiquei dentro [da ambulância]. Ai eu recebo uma ligação do Socorrão II dizendo que era para eu dar um recado para a socorrista. Eu peguei e deixei a ambulância ligada, porque o paciente estava passando mal e sai. Foi coisa de segundos, quando eu voltei só vi o cara [suspeito] passando na ambulância. E ele ainda passou pelo pé de um senhor na frente. Foi quando falaram que tinham roubado a ambulância”, conta. 

Segundo a direção do Socorrão II, uma sindicância será aberta para investigar o caso e ouvir todos os funcionários que estão envolvidos. “Nós estamos determinando a abertura de sindicância para que possamos apurar todos os fatos, ouvindo todos os nossos funcionários que estavam presentes no momento que estavam fazendo a remoção do paciente, para que a gente possa fazer o desfecho pela uma parte de um componente técnico nosso. Para que assim quando o delegado, a polícia, necessitar de esclarecimentos e informações, possa através desse processo de sindicância, já está com todos os dados possíveis em mãos (…)”, afirmou Rafael Loringa, diretor administrativo do hospital.

Uma enfermeira trabalha no hospital e não quis se identificar, afirma que viu uma movimentação estranha durante a chegada do preso no hospital e reclama da falta de segurança nos hospitais. “Foram [a ambulância] seguidos por uma moto, quando eles entram no Socorrão II, ele [suspeito] ficou do lado de fora em frente a lanchonete. A gente fica muito preocupada pela nossa própria segurança, a gente trabalha e não tem segurança nenhuma”, disse.

A ambulância foi localizada horas depois no bairro Santa Clara, em São Luís e o suspeito continua foragido pela polícia. O governo do Maranhão ainda não se manifestou sobre o caso.


aecio_seminario-770x410A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar hoje (20) pedido de prisão preventiva feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG). A sessão está prevista para as 14h.

Os cinco ministros do colegiado vão julgar um recurso da PGR contra a decisão do primeiro relator do caso, ministro Edson Fachin, que rejeitou o pedido de prisão e concordou apenas com o afastamento do parlamentar do cargo.

Aécio Neves foi investigado pela Polícia Federal (PF) na Operação Patmos, originada a partir das delações da empresa JBS, e denunciado ao Supremo pelos crimes de corrupção e obstrução da Justiça. Na denúncia, a PGR acusa Aécio Neves de solicitar R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, um dos delatores da JBS.

Na semana passada, a PGR reforçou o pedido de prisão e alegou que Aécio Neves não está cumprindo a medida cautelar de afastamento. Ao reiterar o pedido, Janot citou uma postagem do senador afastado, em sua página no Facebook, no dia 30 de maio, em que ele aparece em uma foto acompanhado dos senadores Tasso Jereissati (CE), Antonio Anastasia (MG), Cássio Cunha Lima (PB) e José Serra (SP), colegas de partido. “Na pauta, votações no Congresso e a agenda política”, diz a legenda da foto.

Em nota, a assessoria de Aécio Neves informou que o senador afastado tem cumprido integralmente a decisão do ministro Edson Fachin e se mantém afastado das atividades parlamentares. “Entre as cautelares determinadas não consta o impedimento de receber visitas e discutir como cidadão, e não como parlamentar, assuntos diversos”, diz o texto.

A Primeira Turma do Supremo é composta pelos ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, e o presidente e relator do processo sobre Aécio, Marco Aurélio.

Agência Brasil


1396203612351-dinheiro-770x410 (1)Trabalhadores que ainda não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2015 têm 15 dias para ir a uma agência bancária e sacarem o benefício. O prazo final é 30 de junho.

Tem direito ao abono salarial ano-base 2015 quem está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2015 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos; e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

O Ministério do Trabalho disponibiliza uma ferramenta de consulta para os trabalhadores saberem se têm direito ao abono salarial Ano-Base 2015. Basta acessar o endereço eletrônico http://verificasd.mtb.gov.br/abono/, digitar o número do CPF ou do PIS/Pasep e a data de nascimento e consultar.

A Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também tem informações sobre o PIS/Pasep.

O valor do benefício depende de quanto tempo a pessoa trabalhou com carteira assinada em 2015. Se ela trabalhou durante os 12 meses, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 937). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 78), e assim sucessivamente.

Trabalhadores da iniciativa privada retiram o dinheiro na Caixa e servidores públicos no Banco do Brasil. Basta apresentar um documento de identificação e o número do PIS/Pasep.

Números

Até 31 de maio, 1,83 milhão de trabalhadores ainda não tinham sacado o abono, o que corresponde a 7,56% do total de pessoas com direito ao benefício. O valor disponível para saque é R$ 1,28 bilhão.O chefe da divisão do seguro-desemprego e abono salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan Britto, explica que, depois de encerrado o período de saques, o dinheiro que não foi sacado voltará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Ele será usado para o pagamento de benefícios como o seguro-desemprego e o abono salarial do próximo ano. Com informações do Ministério do Trabalho