Os presídios do maranhão tem vagas apenas para a metade da população carcerária. São apenas 6.057 vagas para uma população de 12.738 detentos. Ou seja, os presídios estão com o dobro da capacidade. Além disso, o Estado possui apenas 1.400 agente penitenciários.

De acordo com o Ideraldo Lima, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, o número está muito abaixo do que é necessário para manter o controle dentro dos presídios. Segundo ele, a superlotação é a causa de muitos problemas dentro do sistema penitenciário.

“Pouco efetivo para uma quantidade maior de internos. Pode a qualquer momento ter um problema maior e aí a quantidade de efetivo para a segurança não é suficiente para conter qualquer problema dentro da unidade”, afirmou.

Presídios no Maranhão tem 6.057 vagas para uma população de 12.738 detentos. (Foto: Reprodução/TV Mirante)
Presídios no Maranhão tem 6.057 vagas para uma população de 12.738 detentos. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Às 07h30 da manhã de domingo, no complexo penitenciário São Luis, foi registrado mais um caso de violência dentro envolvendo detentos que cumprem pena em regimes diferentes. A Secretaria de Administração Penitenciária informou que detentos ocupavam celas individuais e que, durante o banho de sol, o preso Johnatan de Sousa Silva feriu no peito o preso Alan Kardec Dias Mota com um pedaço de ferro que retirou do banheiro. Alan Kardec acabou morrendo.

A Comissão de Política Criminal e Penitenciária da Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão (OAB-MA) informou que vai fazer uma visita ao complexo penitenciário para questionar e entender como tem funcionado o regime diferenciado para detentos nessa situação. Os primeiros questionamentos é relação ao banho de sol, como era feito esse banho de sol e, principalmente, como essa arma branca chegou até ele”, declarou Karoline.

A Polícia abriu inquérito para investigar o caso e Johnatan foi encaminhado para o Plantão Central de Polícia Civil do bairro Vila Embratel para prestar depoimento. Ele já foi condenado pelo assassinato do jornalista Décio Sá, em abril de 2012, e agora deve responder por mais este crime, segundo a OAB-MA.

 hnatan causou a morte de um detento dentro da penitenciária de pedrinhas, segundo a polícia. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

O Governo do Estado do Maranhão informou que tem investido na ampliação da quantidade de vagas do sistema prisional e que, nos últimos seis anos, entregou três novas unidades prisionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*